Saúde e Bem-Estar Termal
A Capela de Santa Maria Madalena de Aregos, de arquitectura simples e estrutura pequena é mais uma razão, pelas suas raízes históricas, para visitar Caldas de Aregos.
Velhos documentos de um antigo Hospital em Aregos, mandado construir e dotar por D.Mafalda mulher do nosso primeiro rei, e também de uma capela sob a invocação de Santa Maria Madalena que a mesma Senhora e rainha terá mandado erigir e dotar suficientemente, para nela serem celebradas duas Missas semanais.
A sua administração, na Idade Média, andava confiada à Mitra de Lamego e as despesas eram cobertas com o rendimento da barca de passagem no Douro e de várias casas e herdades.
Segundo "Juros e Sabudos" (fls. 64-67), no século XVI, a capela era administrada pelo Pe. Pero Rodrigues e trazia terras aforadas nas Caldas, em Felgueiras, em Miomães, em S. Martinho de Mouros, em Fornelos e em Vigião. Os foreiros pagavam os respectivos foros em cereais, vinho, dinheiro e animais domésticos. (...) (1)
De qualquer modo esta capela que agora, chamam de Santa Luzia, é de uma importância extraordinária, como testemunho das benemerências da nossa primeira rainha para com os pobres e doentes destas regiões de Riba do Douro.

(1) JUROS DE SABUDOS, fls. 64-67 - Códice 10601 da B.N.
Texto retirado/adaptado do Livro: DUARTE, Joaquim Correia - "Resende e a Sua História", Volume 1: O Concelho, Edição da Câmara Municipal de Resende, 1994, pág. 220.

Sabia que ...

… as pessoas de Aregos acartavam água para cura de doenças dos povos vizinhos?

TOP